Asha patinando em Nova Iorque!!!

by

Por quase duas décadas eu tive um sonho de patinar e ensinar no Central Park. E este final de semana tudo aconteceu.

Eu iniciei minha experiência em Nova Iorque na quinta-feira com um passeio de rua por 24km com Sonic Arnav, o mais ativo e talentoso patinador e instrutor recentemente certificado de Nova Iorque. Ele me mostrou os pontos turísticos e “nós rasgamos as ruas” como eles dizem aqui.

Sábado eu dei aulas o dia todo. Freios e Patinação de Costas. O chão estava úmido no começo da aula de freios mas isso ajudou o Freio em Cunha, PowerSlide de Frente e o Freio em T, ser mais fácil de se aprender. No seco nós então fizemos oS FreioS em Giro. Os alunos vieram de longe: Washington DC, Filadelfia e também de toda Nova Iorque. Eu adoro conhecer novos alunos (que só “conheço” online) e me reencontrar com pessoas que já conheci. A patinação está cheia de pessoas maravilhosas.

Seis de nós fizemos uma minI patinação de rua para ir almoçar num restaurante vegano o qual era uma delícia.

O primeiro para muitos dos patinadores! Eu não sou vegana mas Maureen de DC é e eu quis provar mais disso já que aqui é muito comum.

De tarde o grupo assimilou o básico de costas e aprenderam quatro métodos de impulso e quatro posições complicadas seguidas de transições e combinações. Eu fiquei muito impressionada com o nível de progresso deles. Eles aprendem rápido.

O sábado terminou com uma ida ao metro de patins e a procura por Donuts veganos. Muito divertido patinar nas ruas de Nova Iorque. Que agitação!

O domingo começou úmido, escuro e triste (como em Londres) mas após adiarmos o início por duas horas o sol brilhou a tarde para nossa aula de Speed. Eu adoro ensinar patinadores a patinar mais rápido, serem mais eficazes e perceberem onde exatamente suas remadas estão (e confirmar que 95% dos patinadores cometem um erro básico patinando rápido)… e todos do grupo agora sabem como corrigir e treinar para erradicar este problema.

Estou usando minhas aulas de speed para testar minhas teorias e exercícios de progreção os quais mais tarde este ano eu vou lançar em uma série de Manuais de Treinamentos. Eu acho que meus alunos gostam do processo. Eu vi melhorias em poucas horas. Imaginem depois de algumas semanas de aplicação…

Agora estou ansiosa por patinar quarta-feira a noite por Nova Iorque. Um emocionante passeio final pelas ruas dessa cidade fará esta viagem completamente perfeita.

Se você algum dia vier a Nova Iorque, TRAGA seus patins!

Leave a Reply